Polêmica do livro didático


O que falaram que o livro fazia...

Pelo Fim do Preconceito LinguísticoTudo começou quando uma jornalista divulgou que o Ministério da Educação havia aprovado o uso de um livro que ensinava a falar errado. O livro em questão era o da coleção "Viver, Aprender - Por uma vida melhor", aprovado pelo governo para uso em salas de aula Língua Portuguesa na Educação de Jovens e Adultos.

Segundo a jornalista, o livro ia contra o que a escola deveria ensinar, mostrando que falar frases como "nós pega o peixe" e "os livro ilustrado mais interessante estão emprestado" está correto e não tem problema algum. A repercussão sobre o assunto foi tão grande que logo várias pessoas começaram a se manifestar contra o uso do livro, incluindo jornalistas e professores. Muitos nem mesmo conheciam o material e muito menos tinham tido qualquer contato com ele, mas isso não impediu que fizessem críticas e defendessem sua proibição nas escolas.



O que o livro realmente fazia...

Acontece que o livro, na verdade, não ensinava ninguém a "falar errado": primeiro porque já sabemos que não existe isso de falar errado (clique aqui se você quer entender isso melhor!) e segundo porque, como já foi esclarecido depois, o tal livro apenas citava situações de variação linguística (para saber mais sobre isso, clique aqui), apontando frases como "nós pega o peixe" como exemplos de fala popular.

Na imagem ao lado, podemos ver isso claramente: Pelo Fim do Preconceito Linguístico
A autora do livro, logo depois da polêmica, explicou que seu objetivo ao incluir esses exemplos no primeiro capítulo do livro era o de conseguir se aproximar mais do aluno, mostrando a ele que sua maneira de falar não tem nada de errado, mas alertando que tome cuidado pois pode sofrer preconceito linguístico por causa desse uso.

Apesar de já termos anos e anos de estudos e pesquisas que mostram que não existem modos de falar melhores ou piores, grande parte da população ainda desconhece o preconceito linguístico e suas consequências, e, talvez por isso, esse preconceito seja tão comum e não levado a sério. Com essa polêmica do livro didático, podemos perceber o quanto o assunto ainda precisa ser divulgado, e é esse o nosso objetivo com este site!





Quer saber mais?
- Clique aqui para acessar a nossa página de "informação", onde você vai encontrar mais textos e artigos sobre o assunto.
- Clique aqui para acessar a nossa página de "diversão", onde você verá vídeos, imagens e materiais diversos sobre o tema.

Deixa eu falar!
Espaço para você dar sua opinião, tirar dúvidas e apontar críticas e sugestões. Fique à vontade!